Maneiras para aumentar sua produtividade para compor.

Li um artigo interessantíssimo de um cara chamado Nicholas Tozier e presenciei sua palestra online. Ele é compositor musical. E com isso, me inspirei em fazer esse texto com dicas para aumentar sua produtividade para compor.  Seja música, texto, dança, fotos, etc. Deixando bem claro que é uma opinião minha que quero dividir:

  • Desconecte-se.

Desligue aquilo que for desnecessário: twitter, facebook, notebook, computador (a não ser que você o utilize para a composição), telefone, tudo. A imersão ao que você dedicará como composição, vai utilizar muito de sua concentração.

“Só quem cria o que é mais delicado, pode criar o que é mais forte.”
(Hugo von Hofmannsthal)

  • Nunca mais assista televisão de massa!

Se você lida com a arte, saberá o significado de ver porcaria na televisão. Não é nada inspiradora. Ao contrário, é sempre a mesma ladainha. Se for assistir TV, veja algo que acrescente. Não que faça somente entretenimento.

“O fracasso é um evento, nunca uma pessoa.”
(William D. Brown)

  • Agendar seu tempo.

Todos os dias agende um tempo de 05 a 10 minutos. Durante esse tempo, trabalhe numa particularidade ou tarefa dentro da sua composição. Não a composição em si. Exemplo na música: estou compondo uma grade para Banda Sinfônica (metais, um contrabaixo, percussão) e preciso editar a partitura. Ou seja, neste tempo agendado irei editar a partitura do trombone. Em outro tempo agendado, irei editar a partitura da percussão. E assim por diante.

“Nunca penso no futuro, ele chega rápido demais.”
(Albert Einstein)

  • Controle de domínio técnico de base.

Excelente dica. Separe vinte minutos de seu tempo para reforçar o que você tem de domínio técnico de base. Por exemplo: quem dança faz algum tempo, principalmente no Ballet, já sabe de cor e salteado as primeiras posições (destaque para 1ª,2ª,3ª e 4ª). E é normal desejar fazer outras coisas mais difíceis e não tão básicas. Mas se você pegar para “relembrar” (prefiro o termo refinar) alguns minutos por dia, seu domínio técnico de base será bem avançado, já que o simples você treina todo dia.

“Uma única força move o mundo: o interesse. ”
(Friedrich Schiller)

  • Leve sua composição na pausa do trabalho.

Muitos compositores, sejam em qualquer arte, trabalham em outros segmentos. A maioria com outra área de atuação. Tenho um conhecido que é médico e desenha caricatura like a boss! Exemplo: se você é um fotógrafo e não está com sua câmera, faça um retângulo com seus dedos (usando os dedões) e, na sua hora do almoço, dê uma passeada por aí para inspirar e compor fotografias imaginárias. Use seu celular também, pois mesmo limitado, você poderá aguçar sua capacidade de improviso. É um ótimo exercício para estimular a composição na hora em que realmente estiver com a câmera.

“Se você não pode mudar seu destino, mude sua atitude!”
(Amy Tan)

  • Recuse qualquer trabalho que imite outros trabalhos.

Além de ser mal pagos, nunca reconhecidos e péssimos para adicionar qualquer coisa em sua vida artística, é algo de extremo mal gosto. Principalmente ético, na minha opinião. O exemplo mais comum são as famosas “bandas de barzinho”. Nada contra o trabalho do músico, pois pode ser o sustento do mesmo. Contudo tenho forte opinião contrária como expectador. A maioria das bandas imitam o que outros artistas fizeram de composição e arranjo. Seja a música que for, de Luan Santana ao Frank Zappa. Dedique-se na arte de compor/arranjar o seu trabalho. Quer tocar “Ai se eu te pego“? Faça a sua versão da música. Quer tocar a “Sinfonia número .9 de Beethoven“? Componha sua versão da música. Assim, você disciplina seu trabalho a ser valorizado, seja em uma música inédita ou já registrada e aguça suas habilidades produtivas.

“O tédio vem ao mundo pelo caminho que a preguiça abre.”
(Jean de La Bruyère)

  • Propósito!

Sempre tenha em mente o que será feito antes de pegar seu instrumento de trabalho (seja uma guitarra à uma filmadora). Visualize, mentalize e decida o que será realizado. Você poupa dor de cabeça, tempo perdido e desgaste. Um caderno de tarefas sempre vai bem nessas horas.

“A ordem traz luz à memória.”
(Cícero)

  • Tarefa dada, tarefa cumprida.

Se houve uma meta, objetivo ou tarefa colocada por você, só saia dali quando estiver terminado tudo. Temos o costume de deixar para outra hora ou terminar depois. Não funciona! Além do que, quando for retomado novamente, você perderá tempo para rever tudo outra vez até estar reiterado com o assunto.

“A arte de viver é saber como se divertir com pouco e trabalhar com muito.”
(William Hazlitt)

  • Aqueça-se!

Um elemento tão básico que é ignorado por todos os artistas. O aquecimento é tão importante quanto qualquer atividade. Não somente aos atores e bailarinos. Até para quem vai escrever um texto. Digitar ou escrever durante horas, além de cansar a coluna, olhos, mãos, punhos e dedos, podem causar danos irreversíveis a saúde. Insônia por exemplo. Então estabeleça um aquecimento de dez minutos antes de começar a atividade. Aproveite para concentrar no que vai fazer, para não ser incomodado por fatores externos. E alongue-se após a atividade, outro motivo para se distanciar e descansar um pouco do que estava fazendo antes.

“Saúde é algo que faz você achar que agora é a melhor época do ano.”
(Franklin P. Adams)

  • Redecore seu espaço de criação.

Pode parecer bobagem, mas quando seu espaço de criação há elementos que você gosta como um abajur com um design despojado ou figuras de ação de um desenho que lembra sua infância, ou ainda um instrumento musical artesanal pendurado na parede, tudo é válido em ser objetos de inspiração quando menos se espera. Por que você acha que grandes compositores da arte dão suas famosas “voltinhas” pela cidade?

“Criatividade consiste no total rearranjo do que sabemos com o objetivo de descobrir o que não sabemos.”
(George Kneller)

  • Reclame seu tempo perdido!

Por mais que aproveitamos nosso tempo livre ao máximo, há tarefas do dia a dia que nos consome tempo. E sempre 70% são tempos perdidos de maneira desnecessária. Nisso, uma boa dica dos orientais: sempre carregue um caderninho de anotações para se decorar! Seja na fila do supermercado, seja esperando o médico, seja no ônibus voltando pra casa, onde quer que seja. Exemplo: termos usados em francês para o Ballet e seus movimentos. Exemplo dois: família das cores em uma paleta para pintura.

“As oportunidades são como o nascer do sol. Se você esperar demais, vai perde-las. ”
(William Arthur Ward)

  • Prêmios.

Como em um jogo de videogame, quando você termina uma quest (tarefa) o seu personagem sempre ganha um prêmio. Seja uma poção para aumentar sua vida, uma espada melhor para derrotar um inimigo, a princesa, entre outros. Faça o mesmo com você. A cada tarefa terminada presenteie-se com algo. E se a composição for a tarefa final, você merece um grande prêmio! Além de sempre estar estimulando sua criatividade, você também se beneficia em outros segmentos. Quando eu terminar as 10 composições que me pediram, vou me dar um XBox de presente. Mereço!

“Conhece a paz quem esqueceu o desejo de sentir prazer.”
(Bhagavad Gita II)

  • Não desista.

Fácil falar. No entanto complicado em seguir, sem desistir. Tente então! Sempre que for desistir, pare tudo e reflita. Reveja, leia, releia e faça sua dialética. Veja o que você aprendeu até ali. Leve tempo antes de decidir em desistir. Se ainda tiver dúvidas, volte onde estava dois dias depois. Às vezes o Universo conspira para que você continue de uma outra maneira.

“Um diamante é um pedaço de carvão que se saiu bem sob pressão.”
(Autor Desconhecido)

  • Faça você desejar!

Escreva em pedaços de papéis frases ou dicas de pessoas que você admira e cole no seu ambiente de criação. Escute e veja, se houver como, essas pessoas atuando no próprio trabalho. Tenha uma foto delas. Materiais em mídias que faça você desejar o que quiser, ajudam em compor. Encha seu iPod de músicas relacionadas no que você quer. Veja filmes e séries que estimulem você desejar algo. Converse com quem lhe faça bem.

“O mais belo triunfo do escritor é fazer pensar os que podem pensar.”
(Eugène Delacroix)

  • Brainstorming estimulado para si.

Faça o possível para deixar todo o material que você vai utilizar no seu trabalho criativo em um lugar só. Todas as idéias que você teve, anote-as e coloque em um quadro para não esquecê-las ou aproveitá-las no momento certo. Faça um checkbox de todas as etapas concluídas para não se perder. Nomeie e arquive tudo que adquirir, para não ficar perdido. Organização em primeiro lugar!

“Todas as falhas humanas provêm da impaciência. ”
(Franz Kafka)

  • Grupos e pessoas para colaboração.

Nunca faça nada sozinho. Sempre tenha alguém e algum grupo de pessoas confiáveis e específicas, para opinar, rever, aconselhar, criticar, ensinar e, principalmente, dialogar sobre qualquer composição sua. Se você ter medo de ouvir o que não quer, nunca vai melhorar seu desempenho ou desenvolvimento na área onde atua. Sempre será aquele cara medíocre, que não fede e nem cheira. Aos olhares dos outros, nossos trabalhos podem inspirar novas idéias e estimular novos caminhos.

“Tenho mais medo da mediocridade que da morte.”
(Bob Fosse)

  • Seja feliz!

Por mais clichê que seja, é um dito muito verdadeiro. Faça aquilo que o motiva a viver e nunca mais terá que sobreviver em ocasião alguma.

“Se quer viver uma vida feliz, amarre-se a uma meta, não às pessoas e/ou nem as coisas.”
( Albert Einstein ) 

Espero que tenham curtido. Foi divertido escrever isso. Farei mais.

Saravá!

@abc_ishie

Anúncios

Pipoca aí, pode escrever!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s