Planeta Krypton Agora Existe de Verdade

Quem gosta de quadrinhos e ciência levanta a mão e grita “EU!”

(se você fez mesmo isso, procure um médico, sua noção de realidade anda meio perturbada…)

Olá Pipoqueiros Astrofísicos do meu querido Universo, hoje vamos falar um pouco de ciência (tá nem tanto assim), e isso junto com quadrinhos.

Para quem não sabe, a DC Comics, editora americana é a dona do Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Flash e o maior de todos, o  Aquaman…… e como sempre acontece no mundo dos quadrinhos, uma hora eles acham que as histórias devem ser adequadas a nova geração, ou que é necessário explicar alguma coisa recontando a origem dos personagens. Isso não é novidade, tanto a DC como a Marvel, fazem isso. Mas recentemente (entenda isso como “desse de 2011”) a DC está fazendo um reboot de todo o seu universo, e chamou esse novo projeto de Novos 52.

(Não tenho nenhuma delas, se alguém quiser doar eu aceito…)

Ela resolveu iniciar do ZERO todas as suas publicações, incluindo séries que vinham sendo publicadas continuadamente há mais de 70 anos. Ou seja, de agora em diante começa uma nova numeração.

Muita coisa mudou, como por exemplo, os uniformes, que receberam um visual com algumas modificações e as origens de cada personagem acabaram mudando um pouco.

(é, é……é…….o Aquaman é foda né?)

Não vou entrar na discussão mais aprofundada, porque muita, mas muita coisa mudou, e esse post vai ficar gigante se eu for citar tudo. Quem sabe um dia…

Mas o que eu queria comentar aqui é sobre a origem do Superman, mais sobre o seu querido planeta natal Krypton.

(que belo por do sol cor de rubi…)

Na verdade não mudou muita coisa, mas o que a DC fez foi introduzir a “localização real” do planeta. Isso mesmo que você leu, agora se você olhar para o céu, mais especificamente no céu noturno do hemisfério norte, você conseguira ver Krypton. Isso é possível porque a DC resolveu usar de conhecimento cientifico para dar veracidade no personagem (como se fosse possível ter veracidade num cidadão que voa e solta raio de calor pelos olhos, mas tudo bem…).

O que acontece é que a DC convidou o astrofísico Neil DeGrasse Tyson para fazer uma participação especial na revista Action Comics Superman # 14, chamada, “Star light, Star Bright” lançada nessa quarta feira dia 07 de novembro de 2012, onde ele explica para o azulão onde fica localizado o seu planeta natal.

Bom, isso foi possível, porque o próprio Neil DeGrasse Tyson indicou um planeta que realmente existe para ser Krypton, esse planeta orbita a estrela LHS 2520, uma estrela anã vermelha, e como disse, ele é mesmo visível no céu noturno, lá pros lados do hemisfério norte.

(olha a estrelinha vermelha ai, que “bunintinha”)

Para ninguém ficar boiando aqui, Neil DeGrasse Tyson é um dos maiores astrofísicos da atualidade e diretor do Planetário Hayden no Museu Americano de História Natural em Manhattan’s Upper West Side. Ele também ficou muito conhecido por ter virado um meme:

(Ui!!!)

Aqui é o vídeo de onde surgiu isso:

Além disso, Neil também participou de algumas séries de televisão como em The Big Bang Theory, onde interpreta ele mesmo e o personagem Sheldon Cooper o culpa por ter rebaixado o planeta Plutão.

Eu achei isso realmente fantástico, pois nunca existiu a possível localização de Krypton, e agora, a galerinha mais nova, vai poder apontar para cima e falar para seus pais “Olha, lá é onde fica o planeta natal do Superman!!!”.

Não sei se isso vá criar uma vontade nesses garotos, de quem sabe um dia se tornarem cientistas, mas deve atiçar um pouco a vontade de aprender mais sobre ciência.

@benatogomes

Anúncios

Pipoca aí, pode escrever!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s